Páginas

domingo, 31 de outubro de 2010


"Nao importa o quanto vai durar.
O infinito é agora!"
Caio Fernando de Abreu





Tudo junto e misturado...

"O verdadeiro lugar de nascimento é aquele em que lançamos, pela primeira vez, um olhar inteligente sobre nós mesmos!" Saramago

"Se tens um coração de ferro, bom proveito. O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia!" 


"...tenho me sentido legal. Mas é um legal tão merecido, batalhado..."Caio F. Abreu
"... e o pensamento calou-se, cala-se sempre quando a vontade é firme."
Saramago
                                                            

"Cada não que eu recebi na vida entrou por um ouvido e saiu pelo outro. Não os colecionei. Não foram sobrevalorizados.
Esperei, sem pressa, a hora do sim. O não é tão freqüente que chega a ser banal. O não é inútil, serve só para fragilizar nossa auto-estima. Já o sim é transformador!
O sim muda a sua vida. Sim, aceito casar com você. Sim, você foi selecionado. Sim, vamos patrocinar sua peça.
Quando não há o que detenha você, as coisas começam a acontecer, sim!"
Martha Medeiros
ROSARIODANZA - ARGENTINA 2008
"Na minha opinião existem dois tipos de viajantes: os que viajam para fugir e os que viajam para buscar."
Érico Veríssimo

PROMESSAS VÃS....

"Quando discursam: é tudo lindo, tão perfeito
que a vida mais parece um shopping center!".

pedro antônio de oliveira


"Quando acabará a hipocrisia dos que mandam? E a inércia dos que são mandados, quando acabará? Quando deixaremos de chorar sobre nós próprios? Quando deixaremos de dizer que não temos culpa? " Saramago

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Poema turco


CURITIBA 2010- FESTIVAL BELLYSTARS
"El mas bello de los mares, es aquel que no hemos visto,
La mas linda criatura todavia  no ha nacido,
Nuestros dias mas hermosos aun no los hemos vivido,
Y lo mejor de todo aquello que tengo para decirte, todavia no lo he dicho!"
(Nazim Hikmet, poeta turco siglo XX)
 Esssa poema foi enviado pelo meu querido amigo Mario Kirlis. OBRIGADA!!! BOM FIM DE SEMANA A TODOS!



CÚMPLICES

A paisagem é por dentro. O tempo é sobre
labirintos de vidro. E nós? -  inúteis,
com as almas no chão. Em cada toque:
fendas, riscos, portais. Um céu se cumpre.
 - Põe tua mão no meu peito, ouve o revólver
que respira teu nome. O espelho é Kubrick.
Nós fechamos os olhos. Por nós chove
um arrepio desencapado, um truque
 do eterno. Nós somos simples hóspedes
um do outro. Não só: nós somos cúmplices
da beleza que céus e estrelas move.
 Eu, durante o teu corpo, aprendo luzes
que apenas os cegos desenvolvem.
É impossível  sair do Louvre impune!

Escrito por Astier Basílio

Um dos lugares mais incríveis que fui na minha vida! Você sai de lá pensando....
COMO PODE?? REALMENTE, UM TRUQUE DO ETERNO!!!
BJSSSS....RENATA LOBO
"Ah, se eu pudesse me arrumar
por  dentro,tudo calminho nas gavetas!"
Lygia Fagundes Telles

VICENTICO!!!


ÓTIMA SEXTA!!!! BJSSSSSSSSSSSSS RENATA LOBO

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

O verão chegou!!!

Verão também é sinônimo de pouca roupa e muito chifre, pouca cintura
e muita gordura, pouco trabalho e muita micose.
Verão é picolé de Kisuco no palito reciclado, é milho cozido na água
da torneira, é coco verde aberto pra comer a gosminha branca.
Verão é prisão de ventre de uma semana e pé inchado que não entra no
tênis.
Mas o principal ponto do verão é.... A praia!
Ah, como é bela a praia.
Os cachorros fazem cocô e as crianças pegam pra fazer coleção.
Os casais jogam frescobol e acertam a bolinha na cabeça das véias.
Os jovens de jet ski atropelam os surfistas, que por sua vez, miram a
prancha pra abrir a cabeça dos banhistas.
O melhor programa pra quem vai à praia é chegar bem cedo, antes do
sorveteiro, quando o sol ainda está fraco e as famílias estão
chegando.
Muito bonito ver aquelas pessoas carregando vinte cadeiras, três
geladeiras de isopor, cinco guarda-sóis, raquete, frango, farofa,
toalha, bola, balde, chapéu e prancha, acreditando que estão de
férias.
Em menos de cinqüenta minutos, todos já estão instalados, besuntados
e prontos pra enterrar a avó na areia.
E as crianças? Ah, que gracinhas! Os bebês chorando de desidratação,
as crianças pequenas se socando por uma conchinha do mar, os
adolescentes ouvindo walkman enquanto dormem.
As mulheres também têm muita diversão na praia, como buscar o filho
afogado e caminhar vinte quilômetros pra encontrar o outro pé do
chinelo.
Já os homens ficam com as tarefas mais chatas, como furar a areia pra
fincar o cabo do guarda-sol.
É mais fácil achar petróleo do que conseguir fazer o guarda-sol ficar
em pé.
Mas tudo isso não conta, diante da alegria, da felicidade, da
maravilha que é entrar no mar!
Aquela água tão cristalina, que dá pra ver os cardumes de latinha de
cerveja no fundo.
Aquela sensação de boiar na salmoura como um pepino em conserva.
Depois de um belo banho de mar, com o rego cheio de sal e a periquita
cheia de areia, vem àquela vontade de fritar na chapa.
A gente abre a esteira velha, com o cheiro de velório de bode, bota o
chapéu, os óculos escuros e puxa um ronco bacaninha.
Isso é paz, isso é amor, isso é o absurdo do calor!!!!!
Mas, claro, tudo tem seu lado bom.
E à noite o sol vai embora.
Todo mundo volta pra casa tostado e vermelho como mortadela, toma
banho e deixa o sabonete cheio de areia pro próximo.
Aí, uma bela macarronada pra entupir o bucho e uma dormidinha na rede
pra adquirir um bom torcicolo e ralar as costas queimadas.
O dia termina com uma boa rodada de tranca e uma briga em família.
Todo mundo vai dormir bêbado e emburrado, babando na fronha e
torcendo, pra que na manhã seguinte, faça aquele sol e todo mundo
possa se encontrar no mesmo inferno tropical...
Luís Fernando Veríssimo


 

 

ATEMPORAL 3

"Não, ela não era tola. Mas como quem não desiste de anjos, fadas, cegonhas com bebês, ilhas gregas e happy ends cinderelescos, ela queria ACREDITAR!
CAIO F. DE ABREU

 
"Claro que se alegria fosse gente, seria uma criança.
Se fosse bicho, seria um beija-flor.
Se viesse vestida, ela seria um vestido branco, bordado.
Se fosse um caminho, seria de terra, sem cerca e sem construção.
Alegria deve ser isso, qualquer coisa bonita que nos tira do tédio.
Essa coisa gostosa, misteriosa, bem vinda, que em dois segundos deixa tudo em paz.
Alegria de verdade é aquela que vive aqui dentro.
Que adormece, às vezes, mas que nunca deve morrer antes da gente."

FOTO DA POSTAGEM- BOLO DO NÍVER DA PAULA!



1- Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir!

2- Já tive crises de riso quando não podia!

3- Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva!

4- Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse!


5- Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar!

6- Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade...


7-Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".

8- Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre!

9- Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!

 10- Não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão!


Clarice Lispector 



quarta-feira, 27 de outubro de 2010

PÕE PRA FORA! JÁ!

"Coragem de amar e desamar, coragem de morrer e desmorrer, coragem da cólera, da tristeza.
- Ô Deus - até nos enterros, as pessoas tão contidas, tão exemplares. Se controlando pra não chorar alto, porque se o choro fica forte já vem alguem com a pílula, a injeção, o analista!"
Do livro "A disciplina do amor" Lygia Fagundes Telles




"Não estou vivendo perigosamente.
Troquei o perigosamente por intensamente, apaixonadamente. Não há perigo. Perigoso é a gente se aprisionar no que nos ensinaram como certo, e nunca mais se libertar, correndo o risco de não saber mais viver sem um manual de instruções!"Martha Medeiros



PARA O MEU AMOR....

"Sempre que te vejo, amanheço!"Inêz Generoso

"Ficamos assim: você joga as queixas no telhado, eu ponho as manias de lado, você lava a escadaria, eu rego o jardim. Podemos varrer juntos as nódoas secas aderentes ao passado. Se você se habilita, eu me disponho, num desafio à desdita. Você acende a luz, eu desempeno o sonho, enquanto você ensaia o passo, eu troco a fita. Na mesa torta, a toalha colorida. O resto é fácil: basta mandar flores ao futuro, derrubar o muro e acreditar na vida!"
Flora Figueiredo

terça-feira, 26 de outubro de 2010

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

PRECE

"Posso abrigar-me junto ao teu coração?
 Eu admiro a tua quietude e, sabes, permite-me o segredo, estou prestes a estilhaçar-me.
Peço-te, afaga os meus mistérios, abarca a minha complexidade.
Abriga-me!"
"Estás enganado. Há certas coisas que não se podem guardar. Por exemplo, não podes guardar a luz do luar, ou a brisa perfumada de um pomar de macieiras. Não podes guardar as estrelas dentro de uma caixa. No entanto podes colecionar estrelas. Escolhe uma quando a noite chegar. Será tua. Mas deixa-a guardada na noite. É ali o lugar dela!"José Eduardo Agualusa

Eu - 1997
"Desperta teus sentidospara que não percastudo de belo e formosoque te cercas.Apaga a cinza de tua vidae acenda as coresque carrega dentro de ti!"
Pablo Picasso


Pérola!!!


"- A vida, Senhor Visconde, é um pisca-pisca. A gente nasce, isto é, começa a piscar. Quem pára de piscar, chegou ao fim, morreu. Piscar é abrir e fechar os olhos. Viver é isso. É um dorme e acorda, dorme e acorda, até que dorme e não acorda mais.[...] A vida das gentes neste mundo, senhor sabugo, é isso. Um rosário de piscadas. Cada pisco é um dia. Pisca e mama; pisca e brinca; pisca e estuda; pisca e ama; pisca e cria filhos; pisca e geme os reumatismos; por fim pisca pela última vez e morre.- E depois que morre? - perguntou o Visconde.- Depois que morre, vira hipótese. É ou não é?"
[Monteiro Lobato - Memórias de Emília]
Lúdico. Poético. Sensível. Hilário. Atual
bjsssssssssssssssss.....Renata Lobo


Também acho!

"Sem paixão, não dá nem para chupar um picolé!!!"
 

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

SEMPRE!

"Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces.

Recomeça!"
Cora Coralina

ALMA DE BAILARINA!!!

"Não importa. Tento outra vez.
Falho de novo... Falho melhor!"


Samuel Beckett

TEM QUE TER!!!!

"...Afinal, há é que ter paciência, dar tempo ao tempo, já devíamos ter aprendido, e de uma vez para sempre, que o destino tem de fazer muitos rodeios para chegar a qualquer parte!" Saramago



Apesar de.....


"Não fotografei, não anotei impressões, apenas vivi
E vi.
Tive o que ver.
Mais não falo aqui.
Que cada um descubra por si.
Não sei quem disse um dia, que se pudéssemos ver a realidade como ela é, enlouqueceríamos.
Vi e sobrevivi.
Vi o feio, o belo e o nada.
O feio fantasiado de belo, o nada de feio, o belo de nada.
Nenhuma decepção.
Apenas confirmei o que já vira.
Por isso mais forte.
Sim, precisando descansar, não para recuperar forças, não as perdi.
Descansar para fazer mais um brinde à vida que existe e pulsa sim, apesar de!"
Simonetta

AHAHAHAH!!!

- Ela é sonhâmbula...


- Oi? Você quis dizer sonâmbula.


- É...sonâmbula.


- Ah, bom...mas adorei isso. Sonhâmbula sou eu.


-hahaha, eu também! Muito bom isso!


- Então nosso grito de guerra é: Somos sonhâmbulas!!!!

SIMONETTA

ATEMPORAL 2

ATEMPORAL 1


 YOUR SONG

It's a little bit funny
This feeling inside
I'm not one of those who can
Easily hide
I don't have much money but, boy if I did
I'd buy a big house where we both could live

If I was a sculptor but then again, no
Or a man who makes potions in a travelling show
I know it's not much but it's the best I can do
My gift is my song and this one's for you

And you can tell everybody this is your song
It may be quite simple but now that it's done
I hope you don't mind
I hope you don't mind that I put down in words
How wonderful life is while you're in the world

I sat on the roof
And kicked off the moss
Well a few of the verses well they've got me quite cross
But the sun's been quite kind
While I wrote this song
It's for people like you that keep it turned on

So excuse me forgetting but these things I do
You see I've forgotten if they're green or they're blue
Anyway the thing is what I really mean
Yours are the sweetest eyes I've ever seen

And you can tell everybody this is your song
It may be quite simple but now that it's done
I hope you don't mind
I hope you don't mind that I put down in words
How wonderful life is while you're in the world

And you can tell everybody this is your song
It may be quite simple but now that it's done
I hope you don't mind
I hope you don't mind that I put down in words
How wonderful life is while you're in the world

 

 

domingo, 24 de outubro de 2010

....pequenas coragens.....


"Resta, acima de tudo, essa capacidade de ternura... Essa intimidade perfeita com o silêncio... Resta esse sentimento de infância, subitamente desentranhado de pequenos absurdos, essa capacidade de rir à toa. Resta essa distração, essa disponibilidade, essa vagueza de quem sabe que tudo já foi como será no vir-a-ser. Resta essa faculdade incoercível de sonhar, de transfigurar a realidade, dentro dessa incapacidade de aceitá-la tal como é, (...) e essa pequenina luz indecifrável a que às vezes os poetas dão o nome de esperança. Resta esse constante esforço para caminhar dentro do labirinto, esse eterno levantar-se depois de cada queda, essa busca de equilíbrio no fio da navalha, essa terrível coragem diante do grande medo, e esse medo infantil de ter pequenas coragens."
VINÍCIUS DE MORAES

"Seu cabelo está cheiroso, Pinny, falei, aspirando o perfume dos cabelos recém-lavados. Com cheirinho de sabonete.
_ E o meu olho?, ela perguntou, aconchegando seu corpinho aquecido pela camisola em meus braços.

_ O que tem seu olho?
_ Também está cheiroso?
_ Por que o olho estaria cheiroso?
_ Entrou sabão nele, ela explicou."

[Diários de Sylvia Plath, Julho.1953]

"Quanto tempo demora? - perguntou ele.
- Não sei. Um pouco.
Sohrab deu de ombros e voltou a sorrir, desta vez era um sorriso mais largo.
- Não tem importância. Posso esperar. É que nem maçã ácida.
- Maçã ácida?
- Um dia, quando eu era bem pequenininho mesmo, trepei em uma árvore e comi uma daquelas maçãs verdes, ácidas. Minha barriga inchou e ficou dura feito um tambor. Doeu à beça. A mãe disse que, se eu tivesse esperado as maçãs amadurecerem, não teria ficado doente. Agora, quando quero alguma coisa de verdade, tento lembrar do que ela disse sobre as maçãs."

(O Caçador de Pipas)




COMPREENDES???

 
"Sabe, para mim a vida é um punhado de lantejoulas e purpurinas que o vento sopra. Daqui a pouco tudo vai ser passado mesmo! Deixa o vento soprar, let it be, fique pelo menos com o gostinho de ter brilhado um pouco... "
Caio Fernando Abreu

"É difícil me iludir, porque não costumo esperar muito de ninguém. Odeio dois beijinhos, aperto de mão, tumulto, calor, gente burra. Não puxo saco de ninguém, detesto que puxem meu saco também. Não faço amizades por conveniência, não sei rir se não estou achando graça. Não atendo o telefone, se não estou com vontade de conversar!" 
Caio Fernando Abreu

 
"Um dia tu vais compreender, que não existe nenhuma pessoa totalmente má, nenhuma pessoa completamente boa. Tu vais ver, que todos nós somos apenas humanos. E sofrerás muito, quando resolveres dizer só aquilo que pensas e fazer só aquilo que gostas. Aí sim, todos te virarão as costas e te acharão mau, por não quereres entrar na ciranda deles, compreendes?"
Caio Fernando Abreu

 BJSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS....ÓTIMO DOMINGO...RENATA LOBO

 



sábado, 23 de outubro de 2010

INTEIRA!!!

“Tenho cabeça, coração e me respeito. Acredito em sonhos, não em utopia. Mas quando sonho, sonho alto. Estou aqui é pra viver, cair, aprender, levantar e seguir em frente. Sou isso hoje, amanhã já me reinventei. Sou complexa, sou mistura. Me perco, me procuro e me acho. E quando necessário, enlouqueço e deixo rolar. Não me doo pela metade, não sou tua meio amiga nem teu quase amor. Ou sou tudo ou sou nada. Não suporto meio termos.”
Clarice Lispector

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Simpatia para tirar a barriga

DÁ SUPER CERTO

Separe uma vela branca, um copo d'água, uma imagem de UM Santo de sua devoção e uma fita métrica. Meça com a fita métrica a sua barriga, faça uma marca na fita com uma caneta, antes de enrolar a mesma na imagem do Santo. Coloque tudo isso aos seus pés e deite-se no chão de barriga para cima.
Toque então, com a ponta dos dedos (da mão) na ponta dos pés (que não devem se afastar do chão), dizendo bem alto:
SANTO , ME TIRA ESSA BARRIGA!
Repita isso 500 vezes por dia. Você vai ver: é tiro e queda!

Sorte que não acreditei!


"Tentaram me fazer acreditar que o amor não existe e que sonhos estão fora de moda. Cavaram um buraco bem fundo e tentaram enterrar todos os meus desejos, um a um, como fizeram com os deles. Mas como menina-teimosa que sou, ainda insisto em desentortar os caminhos. Em construir castelos sem pensar nos ventos. Em buscar verdades enquanto elas tentam fugir de mim. A manter meu buquê de sorrisos no rosto, sem perder a vontade de antes. Porque aprendi, que a vida, apesar de bruta, é meio mágica. Dá sempre pra tirar um coelho da cartola. E lá vou eu, nas minhas tentativas, às vezes meio cegas, às vezes meio burras, tentar acertar os passos. Sem me preocupar se a próxima etapa será o tombo ou o vôo. Eu sei que vou. Insisto na caminhada. O que não dá é pra ficar parado. Se amanhã o que eu sonhei não for bem aquilo, eu tiro um arco-íris da cartola. E refaço. Colo. Pinto e bordo. Porque a força de dentro é maior. Maior que todo mal que existe no mundo. Maior que todos os ventos contrários. É maior porque é do bem. E nisso, sim, acredito até o fim. O destino da felicidade, me foi traçado no berço!"
 (Caio F. de Abreu ♥!!!!!!!)

E SÓ!

“Vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem brinca somente. Vai, esquece do mundo. Molha os pés na poça. Mergulha no que te dá vontade. Que a vida não espera por você. Abraça o que te faz sorrir. Não espere. Promessas, vão e vem. Planos, se desfazem. Regras, você as dita. Palavras, o vento leva. Distância, só existe pra quem quer. Os olhos se fecham um dia, pra sempre. E o que importa você sabe, menina. É o quão isso te faz sorrir. E só.” DESCONHECIDO

Todo dia é de vez em quando.....

"Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras. Sinto que sou muito mais completa quando não entendo. Não entender, do modo como falo, é um dom. O bom é ser inteligente e não entender. É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida. É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice. Só que de vez em quando vem a inquietação: quero entender um pouco. Não demais. Mas pelo menos entender que não entendo!"

Leia a bula!

"Em caso de dor, ponha gelo. Mude o corte do cabelo. Mude como modelo.Vá ao cinema, dê um sorriso. Ainda que amarelo. Esqueça seu cotovelo. Se amargo for já ter sido. Troque já este vestido. Troque o padrão do tecido. Saia do sério, deixe os critérios. Siga todos os sentidos. Faça fazer sentido. Em caso de tristeza vire a mesa. Coma só a sobremesa. Coma somente a cereja. Jogue para cima, faça cena. Cante as rimas de um poema. Sofra apenas, viva apenas sendo só fissura, ou loucura. E quem sabe, casando cura! Ninguém sabe o que procura. Faça uma novena, reze um terço. Caia fora do contexto, invente seu endereço. Mas, se apesar de banal, chorar for inevitável, sinta o gosto do sal!"Alice Ruiz

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

ENSAIO

 " Nunca tive vocação pra alegria tímida ou pro amor mal resolvido sem soluços.
Eu quero da vida o que ela tem de cru e de belo.Não estou aqui pra que gostem de mim.Estou aqui pra aprender a gostar de cada detalhe que tenho.E pra seduzir somente o que me acrescenta.
Adoro a poesia e gosto de descascá-la até a fratura exposta da palavra.
A palavra é meu inferno e minha paz.
Sou dramática, intensa, transitória e tenho uma alegria em mim que me deixa exausta.
Eu sei sorrir com os olhos e gargalhar com o corpo todo.
Sei chorar toda encolhida abraçando as pernas.
Por isso, não me venha com meios-termos,com mais ou menos ou qualquer coisa.Venha a mim com corpo, alma, vísceras, tripas e falta de ar…" Maria de Queiroz


 

SEM COMENTÁRIOS......

...E ELES CONTINUAM POR TODA PARTE....

NÃO AO ABANDONO!

SIM A POSSE RESPONSÁVEL!
"A compaixão pelos animais
está intimamente ligada a bondade de caráter,
e quem é cruel com os animais
não pode ser um bom homem!"
Arthur Schopenhauer

"Foi na França, durante a Segunda Grande Guerra. Um jovem tinha um cachorro que todos os dias, pontualmente, ia esperá-lo voltar do trabalho. Postava-se na esquina, um pouco antes das seis da tarde. Assim que via o dono, ia correndo ao seu encontro e, na maior alegria, acompanhava-o com seu passinho saltitante de volta a casa.
A vila inteira já conhecia o cachorro e as pessoas que passavam faziam-lhe festinhas e ele correspondia, chegava a correr todo animado atrás dos mais íntimos para logo voltar atento ao seu posto e ali ficar sentado até o momento em que seu dono apontava lá longe.
Mas eu avisei que o tempo era de guerra, o jovem foi convocado. Pensa que o cachorro deixou de esperá-lo? Continuou a ir diariamente até a esquina, fixo o olhar ansioso naquele único ponto, a orelha em pé, atenta ao menor ruído que pudesse indicar a presença do dono bem amado. Assim que anoitecia, ele voltava para casa e levava sua vida normal de cachorro até chegar o dia seguinte. Então, disciplinadamente, como se tivesse um relógio preso à pata, voltava ao seu posto de espera.
O jovem morreu num bombardeio, mas no pequeno coração do cachorro não morreu a esperança. Quiseram prendê-lo, distraí-lo. Tudo em vão. Quando ia chegando àquela hora ele disparava para o compromisso assumido, todos os dias. Todos os dias.
Com o passar dos anos as pessoas foram se esquecendo do jovem soldado que não voltou. Casou-se a noiva com um primo. Os familiares voltaram-se para outros familiares. Os amigos, para outros amigos. Só o cachorro já velhíssimo (era jovem quando o jovem partiu) continuou a esperá-lo na sua esquina, com o focinho sempre voltado para aquela direção!"

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

SEGREDOS DE UMA ROSA....

"Eu deixo aroma até nos meus espinhos
ao longe, o vento vai falando de mim.
E por perder-me é que vão me lembrando,
por desfolhar-me é que não tenho fim!"
CECÍLIA MEIRELES

É preciso....

"É preciso não esquecer nada:
nem a torneira aberta nem o fogo aceso,
nem o sorriso para os infelizes
nem a oração de cada instante.
É preciso não esquecer de ver a nova borboleta
nem o céu de sempre.
O que é preciso é esquecer o nosso rosto,
o nosso nome, o som da nossa voz, o ritmo do nosso pulso.
O que é preciso esquecer é o dia carregado de atos,
a idéia de recompensa e de glória.
O que é preciso é ser como se já não fôssemos,
vigiados pelos próprios olhos
severos conosco, pois o resto não nos pertence!"
Cecília Meireles


terça-feira, 19 de outubro de 2010

Mas é lógico que eu acredito!!!!

“Eu acredito é em suspiros, em alegrias explosivas, em olhares faiscantes, em sorrisos com os olhos, em abraços que trazem pra vida da gente. Acredito em coisas sinceramente compartilhadas. Em gente que fala tocando no outro, de alguma forma, no toque mesmo, na voz, ou no conteúdo. Eu acredito em profundidades. E tenho medo de altura, mas não evito meus abismos. São eles que me dão a dimensão do que sou.”M. de Queiroz


Mãos a obra!


"Para ter lábios atraentes, diga palavras doces. Para ter olhos belos, procure ver o lado bom das pessoas. Lembre-se que, se alguma vez precisar de uma mão amiga, você a encontrará no final de seu braço. E ao ficarmos mais velhos, descobrimos porque temos duas mãos, uma para ajudar a nós mesmos, outra para ajudar o próximo!"

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

NADA FÁCIL!

Gosto de pensar assim: se a gente faz o que manda o coração, lá na frente, tudo se explica. Por isso, faço a minha sorte. Sou fiel ao que sinto. Aceito feliz quem eu sou. Não acho graça em quem não acha graça. Acho chato quem não se contradiz. Às vezes desejo mal. Sou humana. Sou quase normal. Não ligo se gostarem de mim em partes. Mas desejo que EU me aceite por inteiro. Não sou perfeita, não sou previsível. Sou uma louca. Admiro grandes qualidades. Mas gosto mesmo dos pequenos defeitos. São eles que nos fazem grande. Que nos fazem fortes. Que nos fazem acordar. Acho bonito quem tem orgulho de ser gente. Porque não é nada fácil, eu sei. Por isso continuo princesa. Continuo guerreira. Continuo na lua. Continuo na luta!" Fernanda Mello

ESCOLHA SER FELIZ!!!


CURITIBA OUT 2010  FESTIVAL BELLYSTARS


"Pessoas consideradas inteligentes dizem que a felicidade é uma idiotice, que pessoas felizes não se deprimem, não têm vida interior, não questionam nada, são uns bobos alegres, enfim, que a felicidade anestesia o cérebro.
Eu acho justamente o contrário: cultivar a infelicidade é que é uma burrice. O que não falta nessa vida é gente sofrendo pelos mais diversos motivos: ganham mal, não têm um amor, padecem de alguma doença, sei lá, cada um sabe o que lhe dói.
Todos trazem uns machucados de estimação, você e eu inclusive. No que me diz respeito, dedico a meus machucados um bom tempo de reflexão, mas não vou fechar a cara, entornar uma garrafa de uísque e me considerar uma grande intelectual só porque reflito sobre a miséria humana. Eu reflito sobre a miséria humana e sou muito feliz, e salve a contradição.
Felicidade depende basicamente de duas coisas: sorte e escolhas bem feitas.
Tem que ter a sorte de nascer numa família bacana, sorte de ter pais que incentivem a leitura e o esporte, sorte de eles poderem pagar os estudos pra você, sorte por ter saúde. Até aí, conta-se com a providência divina. O resto não é mais da conta do destino: depende das suas escolhas.
Os amigos que você faz, se optou por ser honesto ou ser malandro, se valoriza mais a grana do que a sua paz de espírito, se costuma correr atrás ou desistir dos seus projetos, se nas suas relações afetivas você prioriza a beleza ou as afinidades, se reconhece os momentos de dividir e de silenciar, se sabe a hora de trocar de emprego, se sai do país ou fica, se perdoa seu pai ou preserva a mágoa pro resto da vida, esse tipo de coisa.
A gente é a soma das nossas decisões, todo mundo sabe. Tem gente que é infeliz porque tem um câncer. E outros são infelizes porque cultivam uma preguiça existencial. Os que têm câncer não têm sorte. Mas os outros, sim, têm a sorte de optar. E estes só continuam infelizes se assim escolherem!"
Martha Medeiros

CURITIBA OUT 2010- FESTIVAL BELLYSTARS